O QUÊ VOCÊ PROCURA?

QUAL A CLINIPOM MAIS
PRÓXIMA DA SUA REGIÃO?

ABEPOM - Associação Beneficente dos Militares Estaduais

Audição em festas: O que fazer antes, durante e após os eventos

11/02/2019

Visualizado por 3064 pessoas

O verão, uma estação de praia e muitas festas, pede cuidados redobrados com a audição. Mas não é somente com o mar e piscina que você precisa ficar atento: o som alto também pede atenção e requer cuidados por mais tempo.

Para ajudar você a entender os perigos de uma música alta em festas e o que você deve fazer antes, durante e após os eventos para proteger sua saúde auditiva, continue lendo o post.

Perigos do som

A intensidade do som é medida em uma escala chamada de decibel (dB), porém não é a única responsável por prejudicar a audição. Além dela, o tempo de exposição a sons muito altos também é decisivo no quadro de perda auditiva.

Há uma relação, feita pelo Instituto Nacional de Segurança e Saúde Ocupacional (NIOSH), agência federal dos EUA, entre a intensidade do som e o tempo de exposição a ele. Uma conversa normal, por exemplo, tem 45 dB e gera um conforto acústico. Por isso, você deve se preocupar com barulhos muito altos, principalmente em shows e festas. Se um secador de cabelo, com 70 dB, e um aspirador de pó, com 80 dB, causam um certo desconforto, uma balada com 120dB – e qualquer outro som acima de 85 dB – oferece riscos graves à sua audição.

Além disso, com a exposição a sons de 85 decibéis por mais de oito horas e a sons de 106dB por mais de três minutos e meio, sua audição pode estar correndo risco. Se o barulho aumentar em 3 decibéis, o tempo dessa exposição ao som considerado seguro cai pela metade. Levando em consideração que um show dura em média duas horas e uma festa em média quatro, você precisa ter alguns cuidados no dia do evento, pois imagine o perigo que o som de uma festa ou show pode estar oferecendo à sua audição.

Cuidados antes do evento

Os cuidados que você deve ter antes de uma festa ou show são pequenos, mas importantes. Deixe para escutar música alta no momento da comemoração – antes do evento, descanse os ouvidos e os deixe livres de fone de ouvido.

Cuidados durante o evento

Já durante o evento, mantenha-se afastado das caixas de som, dando preferência a locais em que você consiga conversar tranquilamente com seus amigos e com quem estiver perto de você. Caso isso não for possível, opte por protetores auriculares – personalizados – que diminuirão o impacto do som ao seu ouvido, desenvolvidos para permitir audição precisa e confortável em ambientes ruidosos, como festas e shows, sem comprometer o entendimento de fala ou música.

É importante que você dê descanso ao seu ouvido. Por isso, planeje uma frequência para sua audição ficar longe do barulho, preferencialmente em um lugar mais calmo, com pouca música e pessoas falando.

Cuidados após o evento

Ao sair do evento, se você estiver com sensação de pressão nos ouvidos, zumbido, dificuldade para ouvir, tontura, irritabilidade, ouvido tampado e estalos no ouvido, não continue com música alta na volta para casa e deixe de lado os fones de ouvido. Prefira deixá-lo descansando e consulte um profissional. Um otorrinolaringologista é quem pode proteger a sua saúde auditiva de maiores complicações.

O zumbido no ouvido

Um dos primeiros sinais de que há algo errado na audição é o zumbido no ouvido. É um som que não provém do ambiente, ou seja, sem a existência de uma fonte sonora externa, mas que, mesmo assim, o paciente ouve constantemente.

Por ser um som não proveniente de fontes externas, ele pode representar um incômodo bem grande na vida de pacientes. O zumbido também pode afetar o sono, a concentração e o equilíbrio emocional.

Desenvolvemos um material completo sobre o zumbido no ouvido, algo que atinge milhares de pessoas ao redor do mundo e é um dos sintomas frequentemente associados à perda auditiva.  Você pode baixar gratuitamente a qualquer momento clicando aqui.

Por isso, se você perceber algo diferente na sua audição, procure um profissional.

 

Fonte: www.otovida.com.br